quinta-feira, 26 de julho de 2012

Neon

Pois é mulheres já vamos começar a falar da próxima temporada, o que vai ser tendência e que vai abalar nas ruas. Uma das apostas é a volta do fluorescente. Os tons fluo não querem saber de timidez: aparecem na produção total neon, como prova a queridinha do streetstyle Miroslava Duma ou em em peças statement, como o casaco amarelo aceso. Há quem prefira deixar a luminosidade da tendência localizada: em uma peça só, geralmente combinada a outras neutras, ou nos sapatos e clutches. Nem as bicicletas, acessório indispensável das fashionistas antenadas, escapou do colorido.













Preto, branco e cinza-mescla são perfeitas companhias para os tons fluorescentes que compõem o novo uniforme urbano – ele vai brilhar no seu closet nos próximos meses, pode apostar.










terça-feira, 24 de julho de 2012

Unhas!!

Para quem gosta de unhas decoradas, mas não tem facilidade na hora de fazer os traços com o pincel do esmalte, a grife Sally Hansen traz ao mercado uma opção: uma caneta com ponta fina que facilita na hora de fazer os contornos. Fica mais fácil até de fazer o risco da francesinha, por exemplo.

A secagem é rápida e, se você errar, pode remover a “arte” ou corrigir com cotonete úmido, sem danificar as unhas. À venda em sites, o preço varia entre R$60 e R$70.


Outra novidade são a continuação da saga animal print, depois das unhas com estampa de leopardo, zebra, crocodilo e tigre, mais um bichinho ingressa no safari : as unhas com estampa de girafa. Diversos blogs internacionais de unhas já apostam na tendência de decoração inspirada no herbívoro pescoçudo. A maioria das versões de “unha de girafa” utiliza esmaltes amarelos, beges ou até brancos como cor-base, e opta pelas manchas em tom marrom.
Há versão "girafinha" de unha filha única, e também versão tradicional com manchas marrons e fundo amarelado.




;o))




Creme noturno para os cabelos!

Bom mulheres não sei se já comentei com vocês por aqui(eu acho que só na minha página no facebook)mas estou em uma saga para recuperar meus cabelos(não estou nem conseguindo mais sair de casa assim a sensação que todo mundo vai olhar e se espantar) mas sem ter que apelar para as quimícas. Como já faço durante cinco anos a escova definitiva ele chegou a um ponto crítico, está pedindo socorro, muito ressecado e opaco.Então o primeiro passo foram as máscaras caseiras feitas com abacate e mel( este sim eu dei a dica aqui no blog)ela resolveu muito, mas definitivamente não é o tipo de produto que você vai fazer e usar toda semana, faz uma bagunça! Pelo menos eu né, que sou a pessoa mais estorvada desse planeta. Então parti para escolha de produtos, mas não queria nada muito pesado para o bolso, pois sempre que terminava meus alisamentos me enforcava em produtos cada vez mais caros e o único resultado que obtive de verdade não mudam muito dos que obtenho quando uso os mais baratos porém mais bem escolhidos.


Então no meio das minhas andanças encontrei uma linha nova da Seda(confesso que sempre fui inimiga dessa marca) ela é voltada totalmente para o tratamento intensivo e diante da propaganda resolvi experimentar.
Ela se chama Keratinology by Seda.Por enquanto são duas linhas disponíveis, a Programa Avançado de Reconstrução (embalagem dourada com laranja) e a linha Programa Pós-Progressiva (embalagem dourada com roxo).
Shampoo, condicionador, condicionador intensivo, sachê terapia de choque, creme para pentear, creme noturno, máscara para hidratação e ampolas reconstrutoras, são alguns dos itens disponíveis nas linhas.




Mas na verdade o que mais me chamou atenção nessa linha é um tipo de produto que eu nunca tinha experimentado antes, é o Reconstrutor noturno. Confesso que fiquei meio desconfiada quando li o modo de usar, já imaginei meu travesseiro todo lambuzado! Mas muito pelo contrário por eles ser bem emoliente, é absorvido rapidamente pelo cabelo, deixando-o com uma textura de cabelo tratado mais leve, com muito brilho e macio, no dia seguinte durante o enxágue usei o shampoo e o creme de tratamento de choque deixei agir por 3 min. que é o suficiente e depois deixei secar naturalmente.
Gente o cabelo está bem mais leve, macio e com mais brilho assim como a primeira máscara que fiz deixou. Porém sem tanto trabalho!!! Gostei bastante e recomendo.



Não experimentei ainda outros cremes noturnos, mas já percebi que uma das melhores armas, para manter os cabelos lindos e soltos ao vento....;)


Aaaaaa meninas rapidinho vou dar uma outra dica, ontem ao trocar figurinhas com minha amiga Carol( que é uma das colaboradoras do blog Loucas por maquiagem), ela comentou deu uma dica sobre o shampoo: antes de você lavar os cabelos com um shampoo de tratamento, você deve tirar os resíduos com um shampoo de bebê, que é mais delicado, não agride e age apenas e unicamente na limpeza dos fios....beijokas amouras até a próxima!!

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Marilyn Monroe

Alec Baldwin é a estrela de um documentário ainda secreto sobre o festival de Cannes, que comemora os 65 anos do evento e deve ser lançado em setembro de 2012. Parte dele foi gravado durante o lançamento do livro Marilyn & Me: A Memoir in Words and Photographs, de Lawrence Schiller, da editora Taschen, que aconteceu na na galeria Clic na tarde desta quinta-feira (17.05).

O livro, em edição numerada, conta com mais de cem fotos da diva, grande parte delas inéditas feitas durante a gravação do filme Something’s Got to Give. Alec e sua namorada, a professora de ioga Hilaria Thomas, gostaram tanto das imagens expostas (as mesmas encontradas no livro e assinadas pela própria Marilyn) na galeria que acabaram comprando uma. Este ano, o festival faz uma homenagem à atriz (morta há 50 anos), que estampa o poster oficial do evento. (PAULA RITA SAADY, de Cannes)




"A diva que ficou para a história, jamais esquecida pela sua beleza estonteante, um talento inconfúndivel e uma vida cheia de polêmicas."



Marilyn de verdade...

O nome de batismo de Marilyn Monroe era Norma Jeane Mortenson. Ela nasceu no County Hospital em Los Angeles. Ela não conheceu seu pai biológico, fato que a deixava muito abalada. Muitos biógrafos acreditam que o pai biológico de Marilyn era Charles Stanley Gifford, um agente de vendas do estúdio RKO, onde Gladys Pearl Monroe, a mãe de Marilyn, trabalhava. Ela era editora de filmes, mas graves problemas psicológicos a impediram de permanecer no emprego e ela foi internada em um hospício. A certidão de nascimento diz que Martin Edward Mortenson, marido de Gladys, é que é o pai biológico de Marilyn, mas ele somente a registrou, já que ele conheceu a mãe de Marilyn grávida. Ela só recebeu o sobrenome do padrasto em seu nome. Numa entrevista ao canal de televisão Lifetime, James Dougherty, o primeiro marido de Marilyn, disse que ela acreditava que Gifford era o seu pai, já que ela investigou uma vez e viu que antes do seu padrasto sua mãe tivera um único namorado que era chamado Gifford.





A carreira

Marilyn começou a carreira em alguns pequenos filmes, mas a sua habilidade para a comédia, a sua sensualidade e a sua presença em eventos levaram-na a conquistar papéis em filmes de grande sucesso, tornando-a numa das mais populares estrelas de cinema da década de 1950. Tinha 1,67 metro de altura, 94 centímetros de busto, 61 cm de cintura e 89 cm de quadril. Apesar de sua beleza deslumbrante, suas curvas e lábios carnudos, Marilyn era mais do que um símbolo sexual da década de 50. Sua aparente vulnerabilidade e inocência, junto com sua inata sensualidade, a tornaram querida no mundo inteiro. Ao mesmo tempo que era uma menina frágil e inocente, era uma mulher dominante e irresistivelmente sedutora.
Durante sua carreira, Marilyn atuou em 30 filmes e deixou por terminar Something's Got to Give. Seu nome representa ainda hoje mais que uma estrela de cinema e rainha do glamour, sendo para muitos um ícone, sinônimo de beleza e sensualidade.




Segredos...

Marylin teve três casamentos frustrados o que mais chamou atenção foi o fato de ela ser amante do presidente dos EUA Jhon F. Kennedy, isso muito antes dele entrar na Casa Branca. Kennedy ficara obcecado por ela durante sua recuperação de uma operação na coluna que o deixou imobilizado. Seu irmão Bobby pendurou, de cabeça para baixo, um poster onde Marilyn vestia um blusa decotadíssima, um short curto e estava de pernas totalmente abertas, em frente à cama do seu quarto e isso fez Kennedy ficar loucamente atraído por ela.O caso entre eles teve início depois de seu divórcio de Joe di Maggio e continuou enquanto ela esteve casada com Arthur Miller. Eles se encontravam na suíte dele do Carlyle Hotel, em Nova Iorque, ou na casa de praia de Peter Lawford, em Santa Monica. O FBI grampeou a casa de praia de Lawford e John Edgar Hoover, o chefe do FBI, usou as gravações para manter seu cargo quando Kennedy tentou demiti-lo. Hoover também insinuou que alguém mais havia grampeado a casa - a Máfia, com que Kennedy cruzara durante as eleições.
Robert Kennedy, o irmão mais novo do presidente, por vezes se relacionava com as mulheres de John. Era o chefe de Hoover e, como procurador federal, estava determinado a acabar com a Máfia. Advertira o presidente para deixar Marilyn, pois os chefes mafiosos poderiam usar o caso contra ele, já que seria um escândalo se a mídia soubesse que ele mantinha um caso fora do casamento.
Apesar de suas ilusões, Marilyn sabia que Kennedy desejava apenas a estrela cintilante de cinema, não a mulher que era. Ele pretendia livrar-se dela com elegância, pois esse relacionamento lhe prejudicaria perante os poderosos da política. Marylin, então resolveu dar um grande presente a Kennedy, dar a ele um último momento de glória: Em seu aniversário, Peter Lawford levou-o à sede do Partido Democrata, onde ela cantou com voz lasciva "Feliz aniversário, senhor presidente". Ela estava com um belo vestido que o diplomata Adlai Stevenson descreveu como feito de "pele e pérolas. Só que não vi as pérolas." John Kennedy disse: "Já posso me retirar da política, depois de ter ouvido este feliz aniversário cantado para mim de modo tão doce e encantador."
Na premiação do Globo de Ouro de 1962 Marilyn foi nomeada a "personalidade feminina favorita de todo cinema mundial"



A morte

Na manhã de 5 de agosto de 1962, aos 36 anos, Marilyn faleceu enquanto dormia em sua casa em Brentwood, na Califórnia. A notícia foi um choque, propagada pela mídia, explorando sobretudo o caráter misterioso em que o fato se deu, prevalecendo a versão oficial de overdose pela ingestão de barbitúricos. O brilho e a beleza de Marilyn faziam parecer impossível que ela tivesse deixado a todos. Ninguém sabe de facto o que aconteceu naquela noite. Ouviu-se o barulho de um helicóptero. Uma ambulância foi vista esperando fora da casa dela antes que a empregada desse o alarme. As gravações de seus telefonemas e outras evidências desapareceram. O relatório da autópsia foi perdido. Toda a documentação do FBI sobre sua morte foi suprimida e os amigos de Marilyn que tentaram investigar o que acontecera receberam ameaças de morte.[carece de fontes] No dia 8 de agosto de 1962, o corpo de Marilyn foi velado no Corridor of Memories, nº 24, no Westwood Memorial Park em Los Angeles.




O diabo Veste Prada (continuação)

Fãs dos livros de Lauren Weisberger, a novidade é boa: a autora anunciou a continuação do best seller O Diabo Veste Prada, que terá como título Revenge Wears Prada: The Devil Returns (em tradução livre, A Vingança Veste Prada: O Retorno do Diabo).

Segundo o site Entertainment Weekly, a sequência vai mostrar Andrea Sachs oito anos depois de pedir demissão a Miranda Priestly, famosa editora-chefe da fictícia revista Runway. Agora, Andy é editora da The Plunge, a mais cobiçada revista sobre casamentos do momento, e sua antiga colega de trabalho Emily está junto na empreitada (e, detalhe, as duas viraram melhores amigas!). Ao que tudo indica, Andy, que está noiva do boa pinta do ramo das mídias sociais, Max, vai cruzar novamente o caminho da ex e temida chefe.

O romance deve chegar às prateleiras dos Estados Unidos em abril de 2013. Será que um novo filme vem por aí também?

(Lauren Weisberger, a autora de O Diabo Veste Prada)





Muito estilosa Anne Hathaway dá um show!!!


Fico na torcida para que o livro chegue logo ao Brasil...

beijokas...

Festival de dança de Joinville

Ontem fui dar uma voltinha no Feira da sapatilha, a feira do Festival de dança de Joinville, o maior festival de dança do mundo! A cidade está a mil, muitos sotaques diferentes, culturas e estilos, aproveitei para tirar umas fotinhos e trazer para vocês, é muita beleza junto, bailarinos muito simpáticos, adoravam posar para uma foto!Conversamos bastante e trocamos muitas figurinhas!! :))








A história do festival

Consagrado em 29 anos de edições ininterruptas, o Festival de Dança de Joinville é referência nacional e internacional para quem vivencia a dança, nesses dias os bailarinos demonstram o que sabem fazer de melhor em sete gêneros: Balé Clássico de Repertório, Balé Clássico, Dança Contemporânea, Sapateado, Jazz, Danças Urbanas e Danças Populares . Por seu palco passaram jovens bailarinos e coreógrafos, que hoje se destacam profissionalmente. Desde sua primeira edição, em 1983, o evento somente cresceu, tornando-se um grande guarda-chuva, com eventos e atividades simultâneas, da realização de mostras até cursos, oficinas e atividades para a discussão de temas relacionados à dança, proporcionando um rico intercâmbio entre os participantes que vêm de todos os cantos do Brasil e do exterior.E por esse mérito Joinville também teve direito a receber uma sede das maior escolda de dança do mundo, a escola de ballet Bolshoi.














Feira da sapatilha


A Feira da Sapatilha é o maior espaço do mundo especializado em artigos para a dança. São mais de 4 mil metros quadrados com dezenas de estandes com os mais variados itens para bailarinos, coreógrafos, diretores e amantes da dança em geral. No espaço o visitante ainda pode fazer um lanche com uma gama de opções em alimentação e apreciar as apresentações no Palco Aberto montado no local.
Mas a Feira da Sapatilha é, acima de tudo, o maior ponto de encontro entre os participantes do Festival de Dança de Joinville, seja turista, bailarino ou mesmo a comunidade local, todos aproveitam para conhecer a Feira, fazer novos amigos e fazer suas compras.








"Pra dançar, dançar, dançar e ser feliz. Festival de emoções do meu país..."
Só quem já ouviu esta música sabe da esmoção de estar diante de um desses palcos!!


beijos amouras....:))